Posts Tagged ‘Fotografia’

PartidaPrenúncioReminiscências
SolidãoMágoaLampejo

Esquecimento, um ensaio no Flickr.

Há momentos que precisamos nos sentir únicos, sozinhos, inteiros… sem que nada nem ninguém nos ofereça abrigo ou perigo, amor ou ingratidão, o riso ou a lágrima…

Há momentos que a alma se cansa, se perde entre luzes e sombras, se reencontra e sucumbe ao cansaço da vida. Uma miséria da alma, consumida pelos anos, esquecida pelas perdas…

Partir… retomar o caminho e seguir até que a última luz seja generosa e inunde com a verdade o vazio que se fez da morte.

Advertisements

Read Full Post »

Dia 05 de junho de 2011 finalmente realizei um sonho: visitar o Zooparque de Itatiba.

Zooparque de Itatiba 1 Zooparque de Itatiba 2

O parque fica no 95,5 Km da Rod. Dom Pedro I, após Atibaia. Possui uma área de 500.000 m² e cerca de 1400 animais em habitats simulados sempre que possível.

Uma única trilha de aproximadamente 3 Km permite ao visitante percorrer todos os ambientes recriados, sempre com informação sobre o animal e o habitat. Há inclusive gaiolas nas quais o visitante adentra o habitat, tornando a interação emocionante e agradável.

Zooparque de Itatiba 3 Zooparque de Itatiba 4

Apesar da infra-estrutura ser excelente para a visitação e o estacionamento ser gratuíto, a área de alimentação deixa um pouco a desejar pela falta de opções. Há uma lanchonete com salgadinhos e alguns lanches e um restaurante por quilo. Por isso, quando for visitá-lo leve lanche de casa e não esqueça também de levar água para o trajeto.

Em minha galeria Recent Shots do Wix publiquei uma seleção do que fotografei no parque. Obviamente, terei de voltar mais vezes para fotografar o que não consegui desta vez.

Zooparque de Itatiba 5

Read Full Post »

Entre os dias 05 e 06 de fevereiro participei do Workshop “Como fotografar em estúdio”, concebido e desenvolvido pela iStockPhoto e realizado no Museu da Imagem e do Som, com apoio do governo do Estado de São Paulo.

No primeiro dia a tutoria ficou a cargo do fotógrafo russo Alexey Ivanov com apoio de sua esposa e também fotógrafa Julia Ivanova. Ambos são sócio-fundadores da Studioxil.Photography e são artistas exclusivos da iStockPhoto.

Alexey Ivanov (tutor), Dandara (modelo) e participantes no primeiro dia do iStockalypse SP.

Como o conhecimento sobre iluminação de estúdio dos participantes era muito irregular, Alexey repassou vários conceitos básicos, como a relação entre a distância da fonte de luz do objeto fotografado e o tipo e qualidade de sombra gerado. Também comentou sobre os tipos mais comuns – e básicos – de iluminação, considerando uma luz principal a 45° do objeto fotografado, uma luz de preenchimento com metade da potência da luz principal e uma luz de fundo com foco bem definido e suave para eliminação da sombra remanescente e produção de um efeito ‘vinheta’.

Dandara (modelo) e participantes no primeiro dia do iStockalypse SP.

iStockalypse SP - Modelo: Dandara

iStockalypse SP - Modelo: Dandara

No segundo dia a tutoria foi de Andrew J. Rich e Victoria Alexandrova que abordaram a questão de luz mista (de estúdio e natural) e a montagem de um ambiente temático para compor a cena junto com a modelo, que no caso era uma criança.

iStockalypse SP - Modelo: Maria Luiza

iStockalypse SP - Modelo: Maria Luiza

A modelo mirim Maria Luiza esbanjou muita tranquilidade e simpatia enquanto nos revezávamos com o flash remoto. Andrew, por sua vez, aproveitou para comentar que com crianças é necessário cuidado redobrado para que não se cansem e fiquem aborrecidas. A criança tem uma naturalidade que deve ser explorada, senão fica muito forçado.

Durante o dia, cada participante podia compor uma mesa com a temática festa, estudo, brincadeira ou desenho, utlizando balões, giz e lápis coloridos, além de outros acessórios como cadernos, língua de sogra, flores etc.

Permeando tudo isso, o iStockalypse São Paulo – nome dado pela iStockPhoto a estes workshops internacionais – divulgou o iStockPhoto como um dos veículos mais rentáveis para comercialização de fotos, bastando que o fotógrafo se cadastre no site e submeta 3 (três) fotos suas para avaliação.

Veja mais fotos do evento na galeria iStock/MIS Workshop do Flickr.

Read Full Post »

Exposiçao de presépios no Convento de São Francisco

Creio que uma das épocas que mais gosto no ano seja o Natal. Não a festividade de árvores coloridas e enfeitadas ou a frenética corrida para comprar presentes e guloseimas para a ceia, mas o espírito de Natal tão esquecido: o nascimento de Jesus Cristo.

O problema é que este é um assunto que incomoda às pessoas porque é a época de admitir que se deixou de ter fé, que se deixou de acreditar que existe um Deus que deu seu único filho para nos salvar.

Eu diria que as pessoas esquecem que no Natal devemos comemorar o nascimento de Jesus e não ficar lembrando do que iria acontecer com Ele 33 anos mais tarde…

Mais do que em outros anos eu saí para ver e fotografar a cidade e para minha decepção encontrei apenas imagens de papai noel, árvores cheias de presentes falsos, luzes, cores… tudo sem essência, sem fé, sem verdade. Até a fonte iluminada do Ibirapuera ficou sem graça esse ano. Foi um show de tecnologia e pirotecnia elaborado e muito bem executado, mas apenas isso. Não emocionou.

Inda bem que eu não desisto até encontrar nem que seja uma centelha, uma semente caída e esquecida esperando que eu a recolha. E foi numa das andanças do Caminhadas Noturnas pelo Centro de São Paulo, organizada pelo Sr. Carlos Beutel, que visitei o Convento de São Francisco onde todos os participantes puderam ver uma exposição única: uma coleção de presépios de várias parte do mundo.

Não me lembro exatamente quantos eram nem de quais países porque minha emoção e satisfação eram imensas. Cada artista utilizou elementos que utilizava em suas obras para retratar o nascimento de Jesus e com características étnicas e culturais de seu país. Alí eu encontrara a verdadeira essência do Natal, estática, exposta, mas silenciosamente generosa e emocionante e que calmamente ia preenchendo minha expectativa, ativando a memória de tantos Natais passados, ao lado da família, dos amigos… Tantos momentos mágicos.

Não quer dizer que eu não tenha fotografado também as luzes de Natal na Paulista, no centro e no Ibirapuera. Foram várias saídas fotográficas em diversos dias, com grupos diferentes de amigos e conhecidos, sempre com muito bom humor e boa vontade. Mas ficou uma certeza: ano que vem, volto ao Convento de São Francisco registrar novamente os presépios e quem sabe não consigo ajudar a restaurar o verdadeiro Natal que eu sempre conheci.

Para os que quiserem ver uma amostra da exposição de presépios, basta visitar minha galeria Nativity Scenes no Flickr. As imagens não são as melhores porque havia reflexo dos vidros que protegiam os presépios, mas é possível ter uma idéia da exposição.

Aos que quiserem ver apenas as luzes de fim-de-ano, visitem a galeria Christmas lights – 2010, com fotos tiradas na Av. Paulista, centro velho, Parque do Ibirapuera, Shopping Interlagos e Arquidiocesano.

E que a paz nos acompanhe em 2011 e que Deus nos conceda união, amor, saúde e fraternidade.

Iluminação de Natal no Parque do Trianon - Av. Paulista

 

Read Full Post »

Creio que para muitos uma foto panorâmica pode parecer algo complicado de se fazer. E em geral é, principalmente se estiver montando a imagem final a mão, pois muitas vezes é necessário girar a imagem em determinados ângulos, diminuíndo a largura do campo de visão.

Mas utilizando um software escrito especialmente para montar panorâmicas a partir de sequências de fotos, como o Panorama Maker – que veio junto com minha Lumix ZX1 da Panasonic – fica bem fácil criar este tipo de imagem, com vários ângulos de visão (120°, 180°, 270° etc) e também panorâmicas cilíndricas (360°).

O resultado final depende da quantidade de imagens-fonte que o programa dispõe para fazer a sobreposição e criar a imagem montada. Para se ter uma idéia, a partir de cinco fotos já é possível ter uma foto com aspecto de panorâmica, mas com ângulo reduzido. Já as fotos em 360° (panorâmicas cilíndricas), em geral utilizam de 18 a 30 imagens, dependendo do software utilizado.

Desta vez, como o assunto não é novidade, resolvi publicar o resultado somente em minha conta no Panoramio e as cilíndricas (com navegação 360°) também no Panoramic Earth. O resultado pode ser conferido abaixo. Espero que gostem.

Vista interna do Parque da Luz

Vista do campus do CTA/ITA em São José dos Campos

Vista panorâmica de aviões perto dos hangares e da torre de controle do Aeroporto de São José dos Campos (CTA/ITA)

Vistas panorâmicas de Santos a partir de Monte Serrat

Read Full Post »

Hoje pela manhã, no último dia de 2010, uma notícia me deixou bastante abalado. O último rolo de Kodachrome será revelado hoje na cidade americana de Parsons, Kansas, na Dwayne’s Photo, uma das últimas empresas reveladoras de filmes.

Segundo a matéria, cuja íntegra pode ser conferida aqui, a última máquina de revelação do Kodachrome será desligada hoje e vendida como sucata.

Muitas pessoas hoje desconhecem a lenda que é o Kodachrome, mas fazendo uma busca no Google Images por Kodachrome há uma gama de fotos, entre elas algumas até icônicas.

Eu mesmo usei o Kodachrome diversas vezes e as cores eram realmente o ponto alto do filme, seja em sensibilidade baixa ou média.

A própria Kodak criou uma galeria ‘tributo’ onde três fotógrafos profissionais postaram fotos feitas com o Kodachrome e que valem a pena ser vistas.

Selecionei algumas imagens de diversas épocas que encontrei na internet. Para ver o site original onde foi postado clique na imagem.

Descanse em paz Kodachrome.

Read Full Post »

Em 05 de dezembro acompanhei diversos fotógrafos paulistanos de vários grupos do Flickr num encontro com os membros do Fotoclube Amigos de Santos para conhecer e fotografar o centro histórico de Santos, compreendendo a Prefeitura, a Bolsa de Café (com seu Museu do Café), a Cadeia Velha e Monte Serrat. O passeio incluía também um passeio de escuna e uma noturna pela cidade, ambos protelados a um próximo encontro devido ao mau tempo.

Abaixo, uma amostra do que mais gostei da visita. Para ver outras fotos da visita, acesse a galeria completa no Flickr.

Prefeitura e Bolsa do Café

Monte Serrat e Bolsa do Café

Tarifeiro e Noviças

Cadeia velha e Bondinho

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: