Archive for the ‘Denúncia’ Category

Desde 2005, Carlos Beutel organiza as Caminhadas Noturnas pelo centro de São Paulo, contando aos participantes um pouco da história do centro desta cidade tão cosmopolita. Os passeios ocorrem às quintas-feiras à noite, geralmente com ponto de encontro na frente do Teatro Municipal. Vestindo coletes amarelos, há pessoas de todas as idades com um intuito único: conhecer melhor a cidade onde vivemos.

Com menos pessoas circulando, tudo é muito diferente. As luzes, as cores, as pessoas… Parece um outro mundo, com personagens bem distintos daqueles que vemos durante o dia. Há pessoas que participam dessas caminhadas desde o início, comenta uma professora que utiliza o que ela aprende sobre a história da cidade em suas aulas de inglês.

No último dia 28 ocorreu um passeio-denúncia em conjunto com o grupo ClickSP – Fotografando São Paulo com o objetivo de conscientizar e documentar a situação de abandono das fontes de água da capital. Foram visitadas as duas fontes da Ladeira da Memória no Anhangabaú; a fonte na praça central onde há uma escultura, Drusa, de Denise Milan; o chafariz da Praça Ramos de Azevedo – também chamada de fonte dos desejos -onde há diversas esculturas, entre elas um monumento dedicado a Carlos Gomes e um a Rui Barbosa; os lagos artificiais e fontes da Praça da República e o monumento e fonte da Praça Júlio de Mesquita.

Abaixo, algumas imagens que tirei durante o passeio.

Fonte abandonada na Praça da República

Fonte abandonada na Praça da República

Fonte abandonada no Largo da Memória

Fonte abandonada no Largo da Memória

Visão geral de fonte em um dos lagos artificiais da Praça da República

Visão geral de fonte em um dos lagos artificiais da Praça da República

Fonte de água abandonada no Largo da Memória

Fonte de água abandonada no Largo da Memória

Para mais informações sobre as caminhadas, leia as matérias abaixo:

Vegetariano revitalizando o Centro
Andarilhos no centro

Para ver minha galeria completa de imagens do passeio, acesse: http://www.flickr.com/photos/gandhalfthewhite/sets/72157625273531990/

Outras fotos relevantes sobre a saída estão disponíveis em:

Advertisements

Read Full Post »

O dia seguinte

O povo Brasileiro é estúpido, ou pior, burro mesmo! Não vou citar todos os exemplos, porque iremos conviver com eles nos próximos 4 anos. Vou citar apenas um.

Basta olhar para o resultado da apuração para deputado federal em São Paulo e entender porque. Que ‘Tiririca’ poderia se eleger, isso já era temido porque em nenhum momento ele deixou de ser ele mesmo. Continuou brincando com seu jeito ‘palhaço’ de ser. O povo gosta desta coisa chamada ‘naturalidade’.

O que não se poderia esperar é que além de eleito ele fosse o candidato mais votado do país. Há que se ter preocupação com este resultado pois, ou o eleitorado está muito consciente e quis mandar um recado aos partidos (desculpem-me, tenho de ser otimista), ou estamos mesmo enrascados porque o voto foi ‘conssiente’ (não é consciente – não pode!).

No mais, tudo parece continuar como antes no Planalto. De forma geral o PT continuou forte em alguns estados e deve ter uma boa parcela do senado, o que deve atrapalhar bastante a atual oposição.

Resta agora rezar para que as besteiras feitas no primeiro turno não se repitam no segundo e possamos eleger alguém ao menos qualificado e sério para a presidência, porque Brasília agora já tem o seu bobo da corte, uma horda de puxa-sacos e parasitas e só falta mesmo uma rainha de copas para se trocar o lema da bandeira nacional para “País das Maravilhas” (dos políticos, claro).

Read Full Post »

Acerca dos urubus encarcerados na 29ª Bienal de São Paulo.
Cada vez que um artista propõe uma nova ‘visão’ artística, este deveria utilizar a ética que permeia cada profissão e refletir sobre o impacto daquele trabalho no direito que todo ser vivo tem que é a vida em liberdade.
Por acaso o artista perguntou aqueles animais se eles concordavam com seu intento de tê-los aprisionados em um ambiente estressante? Parece estranho, mas é esta a questão. Devemos nos lembrar que se o artista quisesse que um ser humano ficasse aprisionado para compor sua idéia de arte, teria de ter seu consentimento.
As pessoas sempre dizem na TV e na internet que todos devem cuidar da natureza e respeitar o meio ambiente, mas na prática, o homem é corrompido pelo poder, pela ganância, pelos louros da glória e varios outros ínfimos sentimentos presentes no que chamamos de ser racional.
Aqueles que cedem aos encantos mundanos tornam-se seres insensíveis, desumanos e sem alma. Então penso, como alguém pode denominar-se ‘artista’ e criar uma expressão artística e por consequência, humana, sem o uso da percepção e sensibilidade inerentes à sua profissão e à sua condição de indivíduo? Como pode este mesmo ‘artista’ criar algo para uma coletividade se ele desconhece seus valores e não respeita seus limites?
Pensei ir até a Bienal para fotografar os animais aprisionados para postá-las neste blog, mas o tempo urge a mim e aos urubus. Eles estão morrendo um pouco a cada dia e seu sofrimento deve ser abreviado o quanto antes.
Este abuso tem de parar!

Read Full Post »

Isso mesmo! Massacre de cães no metrô.

Segundo reportagem da Folha assinada por Alencar Izidoro (acesse a página aqui), os operadores do metrô são obrigados a seguir viagem mesmo com animais nos trilhos. A pressão, segundo estes, parte da empresa que não admite qualquer atraso na operação, em especial nos horários de pico.

Um internauta usuário do metrô gravou em vídeo publicado no YouTube os cães andando nos trilhos pouco antes da composição de trens passar pela estação.

Como diria um conhecido:  ‘O que é humano não me é estranho!’

A falta de humanidade e compaixão é cada vez maior, em especial com os animais. Sinceramente, gostaria que a natureza achasse um meio de dizimar a espécie humana da face deste planeta. Quem sabe assim, as maravilhas que Deus criou pudessem ser restauradas e a natureza, criada por Ele com tanta sabedoria e amor, voltasse a reinar em paz.

Read Full Post »

Caridade


Originally uploaded by gandhalfthewhite

É duro olhar a miséria, mas é muito comum em grandes centros. Semana passada durante o passeio fotográfico Fotocultura esta mulher pedindo dinheiro realmente me deixou abatido. Tive de apontar minha câmera para ela, mas senti que não deveria mostrar seu rosto. E eu lhes digo, ela é cega e provavelmente sozinha… Mesmo assim, a cada moeda dada por um pedestre, ela agradece a Deus.

Read Full Post »

%d bloggers like this: