Archive for October, 2010

Desde 2005, Carlos Beutel organiza as Caminhadas Noturnas pelo centro de São Paulo, contando aos participantes um pouco da história do centro desta cidade tão cosmopolita. Os passeios ocorrem às quintas-feiras à noite, geralmente com ponto de encontro na frente do Teatro Municipal. Vestindo coletes amarelos, há pessoas de todas as idades com um intuito único: conhecer melhor a cidade onde vivemos.

Com menos pessoas circulando, tudo é muito diferente. As luzes, as cores, as pessoas… Parece um outro mundo, com personagens bem distintos daqueles que vemos durante o dia. Há pessoas que participam dessas caminhadas desde o início, comenta uma professora que utiliza o que ela aprende sobre a história da cidade em suas aulas de inglês.

No último dia 28 ocorreu um passeio-denúncia em conjunto com o grupo ClickSP – Fotografando São Paulo com o objetivo de conscientizar e documentar a situação de abandono das fontes de água da capital. Foram visitadas as duas fontes da Ladeira da Memória no Anhangabaú; a fonte na praça central onde há uma escultura, Drusa, de Denise Milan; o chafariz da Praça Ramos de Azevedo – também chamada de fonte dos desejos -onde há diversas esculturas, entre elas um monumento dedicado a Carlos Gomes e um a Rui Barbosa; os lagos artificiais e fontes da Praça da República e o monumento e fonte da Praça Júlio de Mesquita.

Abaixo, algumas imagens que tirei durante o passeio.

Fonte abandonada na Praça da República

Fonte abandonada na Praça da República

Fonte abandonada no Largo da Memória

Fonte abandonada no Largo da Memória

Visão geral de fonte em um dos lagos artificiais da Praça da República

Visão geral de fonte em um dos lagos artificiais da Praça da República

Fonte de água abandonada no Largo da Memória

Fonte de água abandonada no Largo da Memória

Para mais informações sobre as caminhadas, leia as matérias abaixo:

Vegetariano revitalizando o Centro
Andarilhos no centro

Para ver minha galeria completa de imagens do passeio, acesse: http://www.flickr.com/photos/gandhalfthewhite/sets/72157625273531990/

Outras fotos relevantes sobre a saída estão disponíveis em:

Advertisements

Read Full Post »

Apresentação de Marta Lúcia

Originally uploaded by gandhalfthewhite

O tradicional Domingo Aéreo 2010 ocorreu neste domingo 24 de outubro apesar do mau tempo e contou com apresentações de caças da FAB, paraquedismo, exposição de aeronaves militares, além claro da Esquadrilha da Fumaça e da performance impressionante de Marta Lúcia, única WingWalker no Brasil.

Paraquedismo Apresentação de caça A-1
Esquadrilha da Fumaça Esquadrilha da Fumaça

Veja mais fotos do evento em minha galeria no Flickr.

Read Full Post »

De vez em quando surge uma tendência que vira febre. Há bem pouco tempo todo mundo estava fazendo cutout de cor no Photoshop; em seguida veio a mania do HDR que ainda persiste e agora parece que a bola da vez é fazer foto panorâmica, seja de paisagens, metrópoles ou lugares fechados.

Decidi aderir à onda e ver o que conseguia produzir com uma câmera compacta e uma SLR digital e confesso que me empolguei bastante. Obviamente, não fiz a montagem das sequências em modo manual pois seria por demais trabalhoso. Utilizei o Panorama Maker 4 que veio com minha Panasonic Lumix ZR1.

As fotos tiradas com a compacta têm pequenos problemas com o stitching – que é o processo de juntar as imagens mesclando-as para gerar a panorâmica – porque a lente Leica da ZR1 vai de grande angular/macro até meia-tele (equivalente a cerca de 200mm) num corpo compacto. Estas características causam distorção mais acentuada nas extremidades da imagem o que costuma dificultar o processo de geração de panorâmicas.

Panorâmica da Praça da Sé feita com a ZR1 da Panasonic

Já com a D90 da Nikon as panorâmicas parecem ficar mais naturais porque, embora mantenha a distorção dos objetos mais próximos à lente, a riqueza de detalhes permite ao software determinar o melhor modo de sobrepor as imagens durante o processo.

Vista panorâmica de São Paulo a partir do mirante do Ed. Copan com a D90

Algumas panorâmicas podem ficar realmente gigantes como esta abaixo que consegui fazer também do topo do Ed. Copan. A composição mesclou 12 fotos tiradas em modo paisagem, sem tripé. A média geral é de 5 a 9 fotos em modo paisagem ou 12 a 16 em modo retrato.

Grande vista panorâmica de São Paulo a partir do mirante do Ed. Copan

Também é possível combinar fotos para mostrar um local em 360°, como a imagem abaixo gerada a partir de 24 fotos em modo retrato, com iluminação artificial do próprio local e também sem tripé.

Capela e cripta no subsolo da Catedral da Sé com o Santo Sudário

Em formato plano esta imagem não impressiona muito, mas quando utilizado software de renderização especial, torna-se praticamente uma visita virtual ao local retratado. Veja no link abaixo a mesma imagem da cripta no que é chamado de panorâmica cilíndrica 360°.

Capela e Cripta da Sé em 360°

Read Full Post »

Dia 15/10 no Anfiteatro do ITA/CTA em São José dos Campos ocorreu a exposição dos 20 trabalhos selecionados e subsequente premiação do primeiro ao terceiro lugares do Concurso Fotográfico “ITA 60 anos – Arquitetura e Edificações”.

Os premiados foram Felipe Rodrigues, 1º lugar; Carlos Kamoto, 2º lugar e Daniel Vasques, 3º lugar, todos de São Paulo, do grupo ClickSP do Flickr.

"Espiral" de Felipe Rodrigues

“Espiral” de Felipe Rodrigues, a primeira colocada.

"Jardim Ita" de Carlos Kamoto

“Jardim Ita” de Carlos Kamoto, a segunda colocada.

"Ondas" de Daniel Vasques

“Ondas” de Daniel Vasques, a terceira colocada.

Wanderlei Talib, um dos selecionados, organizou uma galeria no Flickr com as imagens do evento que também selecionou as seguintes fotos:

    “Reflexos paralelos” e “Subindo” – Daniel Vasques
    “Linhas para o céu” – Carlos Kamoto
    “Simetria” – Rogério Moura
    “Bancos” e “Pela Porta” – Luciane Franco Braga
    “Primavera no ITA” – Thiago Nagasima
    “Quadriculado” – Felipe Rodrigues
    “Subida para o conhecimento” – Wanderlei Talib
    “Triunfo” – Diego Alexander Mamede
    “Dois tubos em um quadrado” e “O reflexo” – Daniel Gonçalves

 

Read Full Post »

Um pouco de saudade

Hoje, dia do professor, me lembrei das aulas de língua e literatura russa, em particular de um poema de Lermontov que jamais esqueci.

По небу полуночи Ангел летел,
И тихую песню он пел.
И месяц, и звезды, и тучи толпой
Внимали той песне святой.

A tradução seria algo mais ou menos assim:

Pelo céu da meia noite, um anjo voava
e uma suave canção cantava
e a lua em quarto crescente, as estrêlas
e as nuvens em aglomeração,
ouviam atentas àquela bela canção.

Nem parece que faz quase vinte anos que o li pela primeira vez e ainda assim está nítido na memória. Tenho alguma ligação que desconheço com esta língua e seus falantes, pois me soa familiar e suave como se a falasse há anos.

O mesmo me ocorre com as palavras de origem indígena, mas para isso a explicação é facil  em vista de minha descendência.

Read Full Post »

Muitos ainda vão votar errado, mas se pudermos evitar que o façam, porque não?

Veja a esta apresentação e depois reflita se você ainda quer que o PT continue ‘reinando’ no Brasil.

Read Full Post »

O dia seguinte

O povo Brasileiro é estúpido, ou pior, burro mesmo! Não vou citar todos os exemplos, porque iremos conviver com eles nos próximos 4 anos. Vou citar apenas um.

Basta olhar para o resultado da apuração para deputado federal em São Paulo e entender porque. Que ‘Tiririca’ poderia se eleger, isso já era temido porque em nenhum momento ele deixou de ser ele mesmo. Continuou brincando com seu jeito ‘palhaço’ de ser. O povo gosta desta coisa chamada ‘naturalidade’.

O que não se poderia esperar é que além de eleito ele fosse o candidato mais votado do país. Há que se ter preocupação com este resultado pois, ou o eleitorado está muito consciente e quis mandar um recado aos partidos (desculpem-me, tenho de ser otimista), ou estamos mesmo enrascados porque o voto foi ‘conssiente’ (não é consciente – não pode!).

No mais, tudo parece continuar como antes no Planalto. De forma geral o PT continuou forte em alguns estados e deve ter uma boa parcela do senado, o que deve atrapalhar bastante a atual oposição.

Resta agora rezar para que as besteiras feitas no primeiro turno não se repitam no segundo e possamos eleger alguém ao menos qualificado e sério para a presidência, porque Brasília agora já tem o seu bobo da corte, uma horda de puxa-sacos e parasitas e só falta mesmo uma rainha de copas para se trocar o lema da bandeira nacional para “País das Maravilhas” (dos políticos, claro).

Read Full Post »

Older Posts »

%d bloggers like this: